VISTA

Leave a Comment
Salve!

Como vocês já devem ter percebido, este é um blog mais de imagens do que palavras. O post de hoje será diferente, pois vamos divulgar uma conversa que tivemos com o pessoal da Vista, revista especializada em skate. A matéria foi postada no dia 11/03/2011. Clique aqui para acessar todo o conteúdo.


Conversamos com o artista Ratónes que mixa influências musicais, urbanas e skate à sua arte. Ratónes foi, por exemplo, um dos artistas convidados da exposição Re.Board, que contou a história da arte em shape no Brasil. Trabalhando em diversos segmentos ele apresenta um vídeo, mostrando rapidamente como funciona sua produção.


Fala um pouco sobre a tua relação com arte e skate.

Ratónes: Minha relação com a arte começou bem cedo, tenho um tio que desde pequeno eu já observava pintando uns quadros. Queria desenhar como ele, então comecei à fazer meus primeiros traços. Eu já gostava de desenho, desenhava desde os 3 anos de idade mais ou menos. Aos 11 anos eu fazia fotolitos em uma empresa de serigrafia, cada vez mais minha relação com a arte aumentava. Aí em 1986 comprei meu primeiro skate, comecei ficar apaixonado pelos gráficos, as artes dos shapes, dos adesivos, as imagens nas revistas de skate. Aí já pintou o sonho de colocar uma arte minha nos shapes. Comecei desenhar pra algumas marcas de skate no começo dos anos 90, mas bem amador ainda na época. Com o tempo fui me aperfeiçoando e produzindo mais, continuei andando de skate e desenhando esporadicamente pra umas outras marcas. Em 2002 larguei tudo e fui trabalhar somente com design e ilustração. E aqui estou até hoje!

Quais marcas/projetos de skate você trabalhou?

Ratónes: Eu já trabalhei com diversas marcas, entre elas: Lifestyle, Stand Up, Yourface, Skate Até Morrer, Thisway, Adio, entre outras.

Por que filmaram esse vídeo?

Ratónes: A idéia do vídeo é mostrar como o artista trabalha, muita gente vê os trabalhos, mas não imagina como foram feitos. Segundo pensamento era jogar na internet mesmo, minha idéia é mostrar arte ao grande público, dar o acesso a informação cultural, arte à todos!

No que você está trabalhando no momento?

Ratónes: Atualmente estou produzindo material para minha expo ainda esse ano, estou trabalhando também nas marcas do dia-a-dia. E acabei de desenvolver duas coleções de tênis para umas marcas de material esportivo mais ainda não posso divulgar (risos).

Fale algumas de suas referências e influências.

Ratónes: Eu sempre tive muitas referências/influências. Minhas primeiras referências de arte que me lembro foram os desenhos do Mestre Keith Haring nos anos 80. Adorava os desenhos simples e com muita informação no disco do Malcom Maclaren. Aí veio movimento punk, zines, capas de disco, adesivos. Comecei fazer meus primeiros trabalhos de stencil com imagens de skate, de bandas punk. Aí não parei mais de desenhar e criar personagens e imagens, todas nessa relação skate/arte/música. O resultado do meu trabalho hoje é um misto de tudo que vi e ouvi desde pequeno: rock n roll, skate, graffiti, tattoo, discos, um pouco de tudo.





0 comentários:

Postar um comentário